quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

As curiosas Luzes de Marfa: fato ou farsa?!

As Luzes de Marfa, também conhecidas como Luzes Fantasmas de Marfa, têm sido observadas próximo à Rota 67, próximo à cidade de Marfa, no Texas (mapa abaixo). Elas ganharam fama internacional como um fenômeno paranormal entre os parapsicólogos e ufólogos, colocando essas tais luzes como fenômeno fantasma e/ou extraterrestre.


Histórico do fenômeno...
A primeira vez que as luzes são citadas é na revista “Coronet Magazine”, na edição de julho de 1957. A matéria cita que desde meados do século 19 há avistamentos destas estranhas luzes na localidade. Relatórios descrevem brilhantes esferas incandescentes, do tamanho de bolas de basquete, flutuando acima do solo. As cores são as mais variadas: branco, amarelo, laranja, vermelho, verde, mas azul é a cor mais comum. As bolas de energia pairam sobre o ar na altura dos ombros de um homem mediano, e movem-se lentamente para frente e para trás, como se estivessem seguindo o vento. Também segundo os relatórios, aparecem em pares ou em pequenos grupos, se dividindo e se fundindo, aparecendo e desaparecendo rapidamente. Outros relatos de pesquisadores convocando testemunhas já conseguiram um padrão: as Luzes de Marfa aparecem de 10 a 20 vezes por ano.


De acordo com as pessoas que afirmam terem visto as tais luzes misteriosas, elas podem aparecer a qualquer hora da noite, geralmente ao sul da Rota 90 e a leste da Rota 67, a uns quinze quilômetros da cidade de Marfa, no Texas, em direções imprevisíveis e distâncias aparentes. Elas aparecem em frações de segundos ou durar horas. Evidentemente, não existe nenhuma conexão entre as Luzes de Marfa e qualquer outra luz noturna, o que intriga os pesquisadores. Eles aparecem em todas as estações do ano e em qualquer tempo. Elas às vezes têm sido observadas durante o crepúsculo da tarde até o início da madrugada, quando a paisagem é pouco iluminada e torna-se mais fácil de serem observadas.

O mais interessante é que os mapas turísticos do Texas já colocam as Luzes de Marfa como um ponto de interesse, e a cidade criou até uma plataforma para que os interessados possam assistir ao “espetáculo sobrenatural”, geralmente frequentado mais por ufólogos e paranormais que pesquisam os fenômenos há anos.


Possíveis explicações...
A maioria das pessoas associam tais luzes a fenômenos paranormais, e não fenômenos alienígenas; outras dizem que essas luzes são reflexos distantes de automóveis e tratores, luzes de fazendas etc. Os céticos apontaram que a 14 quilômetros do local onde há tais avistamentos estranhos existe uma base militar norte-americana, o que explicaria a ocorrência de luzes como reflexos dos holofotes da base. Os ufólogos creem que exista uma estreita relação entre as Luzes de Marfa e essa base militar, numa suposta associação entre aliens e o governo norte-americano. Já entre os físicos especialistas em fenômenos de óptica, a explicação dominante é que as luzes são uma espécie de miragem provocada por gradientes de temperatura acentuadas entre as camadas quentes e frias de ar. Marfa está localizado a uma altitude de 1.429 metros acima do nível do mar, e diferenciais de temperatura de 28 a 33 graus Celsius entre alta e baixa temperatura são bastante comuns.

Pelo menos quatro estudos empreendidos em 1965, 1977, 1987 e 2004 apontaram que luzes de automóveis podem alcançar o local de avistamento das luzes, esse reflexo pode ser potencializado pela neblina próxima ao asfalto. Os estudos também disseram que reflexos dos faróis da Rota 67 podem alcançar o ponto de vista onde as pessoas afirmam ter maior “atividade paranormal das luzes”. O estudo de 2004, claro, foi o mais preciso por usar maior número de tecnologias variadas; este relatório teve as seguintes conclusões:


- As luzes da Rota 67 são bem visíveis do ponto de visualização das Luzes de Marfa;
- A frequência das luzes está diretamente relacionada ao tráfego na Rota 67. Ou seja, se há muito tráfego, as luzes aparecerão em maior número e intensidade;
- O movimento que as tais Luzes de Marfa faz está diretamente relacionado ao caminho que os veículos fazem na Rota 67;
- Quando há engarrafamento na referida estrada, as luzes também param de se movimentar e se concentram nos pontos, pois os veículos estão parados.

Em 2008, a Universidade de Dallas começou um estudo que não foi concluído pela falta de verbas do governo do texano. Entretanto, de acordo com os responsáveis por este estudo, as primeiras conclusões eram as mesmas deste estudo em tópicos acima. Ou seja, as Luzes de Marfa são uma espécie de reflexo distante das luzes dos carros numa autoestrada em meio à neblina comum na região por causa de sua altitude. Não é um fato ou uma farsa, mas sim um simples erro de identidade que fez muitas pessoas acreditarem piamente no sobrenatural.